Wall Street English Business continua a inovar a forma de ensinar inglês

Por o 22 Outubro 2019

Wall Street English é uma cadeia de escolas de Inglês com 35 centros em Portugal e presença no País há mais de 20 anos. Com o objectivo de ensinar Inglês, o Wall Street English diferencia-se dos seus concorrentes pela proposta de valor que apresenta aos seus alunos e pelo seu método de ensino suportado pelas mais recentes tecnologias digitais.

Em entrevista, Mário Xavier, Commercial Director no Wall Street English Portugal, explica que o grande fator de diferenciação do Wall Street English Business no âmbito do mercado empresarial é o facto de “colocar no mercado soluções de formação e desenvolvimento da língua inglesa, com foco no que é realmente importante para as empresas – aumentar a rentabilidade da sua operação por via do aumento eficaz das competências dos seus colaboradores”.

 

Saiba mais sobre o Wall Street English, um dos Partners da CEGOC no âmbito do Business Transformation Summit.

 

 

– O Wall Street English possui atualmente 35 centros dedicados ao ensino do Inglês. O que distingue a Wall Street English Business de outros players no seu mercado de atuação e de que forma acompanham as demandas e necessidades das empresas e das suas pessoas?

 

Mário Xavier (MX): O Wall Street English Business, a unidade de serviço e formação para o mercado empresarial, coloca no mercado soluções de f formação dedicado a empresas, coloca no mercado soluções de formação e desenvolvimento da língua inglesa, com foco no que é realmente importante para as empresas – aumentar a rentabilidade da sua operação por via do aumento eficaz das competências dos seus colaboradores. O que nos diferencia na realidade é a orientação para resultados, que é suportada por serviços e sistemas de “reporting” exclusivos muito detalhados e o acompanhamento personalizado por uma equipa de consultores de formação especializados em diversos setores de atividade de mercado. Estes resultados são garantidos e materializados por diversas soluções de formação de inglês, das quais não posso deixar de destacar, a nossa metodologia B-learning System, mundialmente reconhecida pela sua interatividade digital, muito alinhada com as atuais tendências de formação, assim como os nossos programas de formação especializados em linguagem de negócios.

 

– O Wall Street English Business tem como foco o ensino da língua inglesa – uma ferramenta imprescindível no mundo global em que vivemos. Como pretendem continuar a acompanhar a evolução deste mercado e reinventar/otimizar as metodologias de ensino?

 

MX: O nosso futuro passa por continuar a inovar a forma de aprender inglês, e como traduzimos os resultados dessa inovação em resultados tangíveis no desenvolvimento diário dos profissionais e das suas empresas. Estamos a aprofundar a área de inovação ao nível do “blended”, mas não só. Existem outros desenvolvimentos em termos digitais que estamos a trabalhar para lançar em breve para o mercado. A Inovação e personalização são prioridade. Estamos atualmente a trabalhar em projetos diferenciados ajustados à realidade do mercado empresarial. O Occupational English Test (OET) é um dos projetos, um curso específico para o setor da saúde. Ao nível da certificação implementámos recentemente o Cambridge Linguaskill Test, que foca na avaliação e na capacidade de usar o inglês em todas as áreas de negócios. Estamos também a desenvolver novos programas de Inglês em diversas áreas de mercado como a Aviação, Finanças, Direito e Serviços.

 

– Como é que o Wall Street English Business tem acelerado a sua performance digital nos últimos anos?

 

MX: No Wall Street English Business damos importância ao feedback dos nossos alunos e clientes e, é a pensar neles que inovamos. A tecnologia e inovação constante está e sempre esteve no DNA do Wall Street English e consequentemente presente nos nossos programas de formação. Basta visitar um dos nossos 35 centros em Portugal, ou frequentar um dos nossos programas de formação para empresas para ter essa sensação. O que sempre nos motivou a investir na tecnologia digital, foi e é a antecipação das necessidades de mercado, de forma a estamos devidamente preparados para dar respostas ajustadas aos nossos clientes e alunos. No nosso caso temos materializado este investimento, em soluções que permitem os formandos estudarem de forma flexível num local físico ou em ambiente digital e em garantir que dispomos de sistemas capazes de assegurar altas taxas de sucesso na aprendizagem e aplicação do idioma. Sabemos e é inegável que as empresas estão a colocar ênfase na formação digital, onde os seus colaboradores preferem estudar ao seu ritmo por vídeo, plataformas digitais, interativas e de feedback instantâneo. O futuro passa inevitavelmente por aqui.

 

– O tema do Business Transformation Summit de 2019 é precisamente a Aceleração. Por que é que decidiram juntar-se à CEGOC como Partners e quais as principais mais-valias desta parceria para a Wall Street English Business?

 

MX: A resposta é simples, gostamos de estar perto de empresas e profissionais que pensam como nós.

 

Outra publicação do mesmo tema

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe