As tendências de marketing mais relevantes para 2019

Por o 29 Abril 2019

As marcas desesperam por estratégias que as aproximem do consumidor e o desenvolvimento tecnológico cria novas oportunidades todos os dias. Curiosos? Eis uma súmula das principais tendências de marketing que vão acompanhar-nos em 2019.
 

     

  • A eficiência dos chatbots

    Os chatbots estão para ficar: mimetizam o comportamento humano de uma forma assustadoramente real e credível, são exímios na resolução de reclamações e trabalham 24/7.

  •  

  • Realidade aumentada (RA) e virtual (RV): lugares comuns a partir de agora

    A RA e VR criam novas oportunidades para falar diretamente com o consumidor, permitindo personalização de conteúdos e experiências de consumo diferenciadoras.

  •  

  • A importância da pesquisa de voz

    Estima-se que até 2020 mais de 50% das pesquisas em dispositivos móveis sejam feitas por voz. O que abre espaço para novas estratégias de SEO e publicidade online: como otimizar as marcas para pesquisas de voz?

  •  

  • As redes sociais chegam ao mundo real

    Viu aquele episódio da série Netflix “Black Mirror” onde as redes sociais tinham impacto no mundo real, em que os seres humanos viam a sua interação com o outro traduzida em pontos? Não é bem ficção científica já que as aplicações que temos hoje no telemóvel integram com redes sociais… Recrutadores de todo o mundo vão espiolhando nas redes os seus entrevistados para aferir alguns marcadores sociais. Ao nível do marketing, esta tendência traduz-se num conhecimento mais profundo do consumidor e na adequação das suas ofertas.

  •  

  • Automação: a chave para a personalização

    A automação vai tomar conta de vários fluxos de comunicação, em particular os emails, permitindo um nível elevado de interatividade e de personalização (em particular com a emergência de ferramentas como Moosend, Freshmail, Campaign Monitor, entre outras).

  •  

  • A primazia do vídeo

    O vídeo está a tornar-se uma ferramenta indispensável porque permite um elevado nível de engagement com o consumidor – ou não fosse o YouTube uma das redes mais dinâmicas de hoje. Prevê-se que este formato venha a dominar os conteúdos online nos próximos anos.

  •  

  • O marketing de micro-influência

    Influenciadores de topo estão a perder influência devido à perda de credibilidade e autenticidade pelo aumento de posts patrocinados. A figura de micro-influenciador ganha destaque por garantir relações autênticas e credíveis: o poder de influência não se relaciona tanto com o número de seguidores, antes com a qualidade das suas relações.

  •  

  • Tecnologia sim, mas com ativadores humanos

    Nem só de tecnologia vive o marketing. Os colaboradores de uma organização assumem um papel fundamental na ativação da marca. Por um lado, podem tornar-se verdadeiros embaixadores; por outro, conseguem espalhar a sua palavra de forma genuína.

  •  

  • Comunidade de consumidores ao poder

    O poder das recomendações da comunidade de consumidores é inquestionável. Hoje em dia, 97% dos consumidores admite que se deixa influenciar pelas críticas da comunidade online que comprou determinado produto ou serviço.

  •  

 
Confuso com tantas tendências tecnológicas? São meras ferramentas/canais à nossa disposição para estreitar a relação com o consumidor (através da personalização) e criar um serviço de apoio ao cliente exemplar. Afinal de contas, a reputação de uma marca é feita pela sua comunidade (consumidor ou prescritor) e o foco deve estar em fazê-la feliz.

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Ciclo: Marketing digital

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe